Pelo Mundo: Rússia

Camilla Sandoval tem 21 anos, é estudante de Ciências Econômicas na UFAM e recentemente eu pegou gosto por viajar pelo mundo. Em dois anos já conheceu 15 países e tem a intenção de aumentar ainda mais este número. Hoje ela conta para a gente sua experiência pela Rússia! ;)
 
 
DSC_0007

Para Onde?

Rússia.

Rota:

Passei quatro dias viajando até chegar ao meu destino final, a cidade de Saratov, na região centro-sul da Rússia. Saí de Bogotá na Colômbia, onde estava visitando minha família, cheguei à Cidade do Panamá para pegar uma conexão de 6 horas e, após quase 4 horas de voo, cheguei na minha casa em Manaus para passar a noite. No dia seguinte, já peguei a conexão pra São Paulo, um voo de quase 4 horas, onde eu passei mais 13 horas esperando minha conexão dentro do aeroporto, procurando o que fazer. No fim do dia, saiu o meu voo para Amsterdam, com duração de quase 11 horas! (Passei mais tempo em GRU do que no avião, hehe). Chegando ao aeroporto de Schipol, esperei cerca de uma hora até chegar às 19:30 da noite em Moscou! Isso já era sábado à noite e, naquele mesmo dia, um amigo me ajudou a comprar uma passagem de trem até Saratov. Entrei no trem à meia-noite daquele dia, e 19 horas mais tarde, (finalmente!!!) cheguei ao meu destino.

Se prepare:

Acho que muitas coisas tem que ser relevadas antes de viajar. Como fui no inverno, a primeira coisa que eu fiz foi ir atrás de roupas especiais para o frio bem rigoroso, e fiz questão de levar na mala de mão. Dei sorte, pois no desembarque em Moscou, tive que chegar ao terminal através de um ônibus. Também levei muita roupa de manga pra usar debaixo do casaco, e umas duas leggings para servir de segunda pele para as pernas. Eu até levei cachecol, luvas e meias, mas, honestamente, qualquer uma que você colocar, vai ajudar. :)

SONY DSCTambém me preocupei com a documentação e algumas emergências. Reservei uma pastinha onde colocava todos os documentos que precisava, como minhas passagens, seguro saúde, nota fiscal do notebook, formulário de imigração e o registro (é bom sempre andar com esses dois últimos no bolso). Os russos são muito preocupados com segurança e com pessoas de certas nacionalidades e os guardas têm direito de pedir esses papeis a qualquer momento para verificação. Além do mais, meu passaporte sempre andava na minha bolsa, que ficava coladinha a mim, em um bolso bem escondido.

Eu levei muitos remédios no caso de uma emergência. Isso é super importante, pois a medicação de lá é muito forte, e não quis correr o risco por lá.

Ponto turístico imperdível?

Em Moscou, o lugar realmente imperdível é a Praça Vermelha! Lá tem um grande complexo de museus ao redor, como o Kremlin, o Museu do Exército, entre outros. Há também dois shoppings, um bem caro, o Gum, e outro de classe média, o Ohodny Ryad. Fora isso, a ulitsa Arbat, a rua boêmia de Moscou é ali perto, com uma grande variedade de restaurantes e barzinhos pra frequentar. Também tem a Biblioteca Lênin e uma feirinha nas redondezas, então, por ali tem tudo!

Achado?

Um lugar que me ajudou muito foi o Shopping Europeu, que fica bem na frente da saída do metrô Kievsky. A minha mala havia quebrado e não consegui encontrar nenhuma no Ohodny Ryad e muito menos (jamais!) no Gum, caríssimo! Esse shopping é enorme, tem cinco andares, e é bem extenso! Lá tem lojas da Apple, Victoria’s Secret, Adidas, GAP, Levi’s e um milhão de outras marcas. Fora isso, tem uma praça de alimentação enorme e outros restaurantes ao redor do shopping, como por exemplo, de comida japonesa (modinha entre eles!), turca, indiana, tailandesa, árabe, e por aí vai!

Vale a pena conferir:

As estações de metrô em Moscou! Elas foram construídas de forma luxuosa e bem profunda, por dois motivos: Primeiro, para justamente dar uma bela impressão do comunismo para o povo e, segundo, pois durante a Segunda Guerra, os metrôs serviam como bunkers para a população. Reza a lenda que muitos abrigos anti-nucleares foram construídos ali também para proteger a cúpula do partido Comunista.

P1000918Momento inesquecível?

Pra mim, a minha principal lembrança de Moscou foi ter assistido em loco a partida da UEFA Champions League entre o CSKA Moscou e Real Madrid. Estar ali na torcida do CSKA, no meio de 90.000 pessoas, todas super organizadas, soltando fogos e cantando para o time foi incrível! Mal posso esperar para ir para minha segunda partida da UCL! Só pra constar, o placar final foi 1X1, com o CSKA empatando no último minuto. Emocionante!

Depoimento:

Eu sempre quis conhecer a Rússia por curiosidade, é um país que sempre me intrigou! Após passar dois meses maravilhosos lá, eu definitivamente superei as minhas expectativas, realmente me conectando com o país e, até hoje, morro de saudades da minha rotina e da vida que tive por lá. Assim que puder, com certeza, voltarei.

Álbum de viagem:

DSC01933

P1000827

P1000976

DSC_0007

 
 
Camila tem um blog contando ainda mais detalhes sobre seu intercâmbio na Rússia e suas outras viagens! Acessem Camilla Pelo Mundo! ;)

Anúncios

One comment

  1. Ai que incríveil! Li tudo e fiquei encantada com a experiência da Camilla! Viagens assim são realmente inesquecíveis e esse post só me deixou com vontade de fazer o mesmo que ela! Gostei bastante <33
    Beijos! http://www.alittlerockalittleroll.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: