Entrevista com James Franco e Michelle Williams

???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Continuando nossa sequencia de entrevistas sobre Oz: Mágico e Poderoso, após Sam Raimi, James Franco e Michelle Williams falam sobre a nova produção da Disney, que chega aos cinemas na próxima sexta-feira.Começando com sir Oz himself:

 

James-Franco-Oz-BrasilPor favor, descreva o seu personagem, Oscar “Oz” Diggs.

Oscar “Oz” Diggs é um mágico de um circo itinerante.  Na verdade, ele é um mágico muito bom, mas acha que não alcançou tudo o que quer na vida e talvez esteja no caminho errado. Ele quer ser um artista mundialmente famoso. Ele também é um sedutor. Tem muitas namoradas no circo, mas também tem um verdadeiro amor no Kansas, com quem ele é incapaz de se comprometer. E esse é o mundo dele no Kansas. Então chega um terrível tornado e ele é carregado para a mágica terra chamada Oz.

As pessoas neste novo mundo acham que Oz é um mágico de verdade, com poderes mágicos reais. Mas ele não é. Ele é apenas um mágico que usa a prestidigitação. Mas ele finge ser um mágico de verdade porque prometem a ele muito ouro e o trono do reino. Prometem que ele se tornará o governante do reino se ele for quem eles acham que ele é. Então, ele interpreta o papel na profecia e participa de certas coisas, mas isso o envolve em muitos problemas porque ele precisa enfrentar muitas criaturas mágicas de verdade e situações que exigem magia, o que ele é incapaz de realizar. Então, torna-se uma aventura, com momentos hilariantes e muitas coisas mágicas.

Por que você quis fazer este projeto?

Havia duas razões para eu querer fazer. Primeiro, eu era fã dos livros de Oz quando jovem. Eu li todos ainda bem criança. Eu achava que era um mundo mágico e um lugar aonde eu adoraria ir. Segundo, quando eu li o roteiro, eu realmente gostei de como eles abordaram o meu personagem, Oz, que é uma espécie de emissário da Terra de Oz e meio charlatão. Ele é meio canastrão e um pouco tolo. Eu adoro o personagem. Então eu estava diante de um personagem que reage a este mundo belo e fantástico, mas de formas engraçadas e inesperadas. Eu achei que era uma combinação perfeita e que aquele era realmente o modo certo de dar vida a Oz na tela na atualidade.

Como você conheceu os livros de L. Frank Baum?

Quando criança, eu adorava fantasia. Um dos primeiros livros que meu pai leu para mim foi O Hobbit (The Hobbit) e depois isso me fez ler livros sozinho e os livros de Oz de L. Frank Baum. Os quatorze ou mais que ele escreveu foram os primeiros livros que eu li sozinho, e eles foram muito importantes para mim e para o meu interesse por livros e literatura.

Oz-the-Great-and-Powerful_james-francoVocê se identifica com seu personagem? Caso afirmativo, como?

Eu consigo me identificar com meu personagem da mesma forma que consigo me identificar com todos os personagens que interpreto. Minha biografia e a história de Oz têm paralelos no sentido de que nós dois somos artistas. Ele quer ser um grande inventor. Eu acho que tenho ambições para fazer filmes dos quais me orgulhe. Nesse sentido, acho que ambos lutamos para fazer parte de coisas boas. 

Você acha que Oz percebe que as pessoas na parte em preto e branco no início do filme estão com ele também na Terra de Oz?

Há alguns atores que interpretam personagens em Kansas, tais como Zach Braff, Michelle Williams e Joey King, que depois aparecem como personagens da Terra de Oz.  Então Zach começa como assistente de Oz em Kansas. Michelle Williams interpreta uma mulher chamada Annie, que é o amor de sua vida, e Joey King interpreta a menina na cadeira de rodas em Kansas. Então, quando meu personagem vai para a Terra de Oz, os personagens que esses atores interpretam em Oz têm algum tipo de correlação com os personagens anteriores. Eu acho que ele faz algumas conexões. Talvez seja mais uma ligação emocional do que racional, tipo sair dizendo: ei, você é Annie.

Você tem uma cena favorita no filme?

Eu adorei fazer o espetáculo de mágica em Kansas. Foi um espetáculo com um ótimo equilíbrio entre sandices e entretenimento. Todos tiveram muito cuidado ao criar como seria uma atração de mágica nos anos 1900. Foi divertido retroceder e fazer isso.

Pode nos falar sobre o treinamento que você teve que fazer para este filme?

Eu não tive que fazer nenhum treinamento de ação para o filme, mas eu fiz treinamento de mágica. Me pediram para vir para cá duas semanas antes, para que eu pudesse trabalhar com o grande Lance Burton, um dos mais famosos, se não o mais famoso, mágico de Las Vegas. Nós trabalhamos juntos todos os dias em certos truques de mágica; fazendo surgir pombos do nada, produzindo fogo na minha mão e transformando-o em um pombo. Truques de mágica bem avançados!

oz-magico-e-poderoso-james-franco_0Como o seu relacionamento com Sam Raimi cresceu ao longo do trabalho em diversos filmes juntos?

Este é o meu quarto filme com Sam Raimi. Ele é o diretor com quem eu mais trabalhei. Eu o conheço há uns 10 ou 12 anos. Ele se tornou um ótimo amigo. Sam é excelente em muitas coisas, mas digo que as habilidades que mais se destacam são que ele é um mestre no uso de grandes efeitos fantásticos com histórias humanas.

Se você analisar seus filmes, verá alguns dos melhores efeitos especiais e criaturas fantásticas, mas que nunca têm precedente sobre a história humana. Eu acho que ele faz isso dedicando o mesmo tempo e o mesmo cuidado a cada departamento. Então, ele sabia que precisava criar um mundo fantástico em Oz: Mágico e Poderoso (Oz The Great and Powerful), mas dedicou o mesmo tempo gasto a cada ator, desenvolvendo seu ou sua personagem, garantindo que todos evoluíssem e analisando os diálogos.

E a outra coisa é que ele é um grande cara para se ter por perto, e isso não é pouca coisa. Eu trabalho há 16 anos e dirijo meus próprios filmes e diria que uma das principais coisas que procuro fazer como Sam é, quando eu dirijo, ser uma pessoa muito divertida para se ter por perto, fazendo com que todos sintam que estão contribuindo. Isso é muito importante quando se está fazendo um filme.

O que você considera o grande atrativo em Oz: Mágico e Poderoso (Oz The Great and Powerful) para o público?

Esta é uma boa pergunta. Eu nunca pensei sobre isso muito, mas agora que você está perguntando eu acho que um dos atrativos em Oz: Mágico e Poderoso (Oz The Great and Powerful), em geral, é que se trata de um mundo fantástico, mas que — diferentemente de muitos outros mundos fantásticos—, tem atrativos para os dois sexos. Há muitos bons personagens femininos no mundo de Oz e há personagens masculinos. Não se tem sempre isso em livros ou filmes de fantasia. Eu acho que, na verdade, uma das coisas essenciais e certamente para nosso filme, é que não só se tem uma, mas três bruxas e eu realmente acho que isso é uma das coisas singulares deste mundo fantástico em relação aos outros.

Qual é sua lembrança mais feliz da realização de Oz?

Eu acho que o destaque para mim e, provavelmente para a maioria das pessoas aqui, é trabalhar com Sam. Sabe, a experiência de fazer um filme depende muito do diretor.  Ele ou ela estabelecem o tom e Sam cria um ótimo ambiente para se trabalhar. E é divertido tê-lo por perto. Em troca, ele faz todos ao redor ficarem satisfeitos.

 

 056_BV0190_cdl_paint_v1184.1109_R2.jpg

 

BD9u_f5CMAAhpFpO que a atraiu neste projeto e por que quis fazer parte deste filme?

Eu queria fazer um filme que minha filha pudesse assistir. E fiquei empolgada de fazer parte de algo que tem uma mensagem positiva, que não tem sarcasmo nem humor doentio. Foi empolgante interpretar Glinda, a Bruxa Boa, que é a personificação de toda honestidade, generosidade e pureza.

Quem você interpreta e o que acontece com o seu personagem na história?

Eu interpreto Glinda, a Bruxa Boa. Quando a vemos pela primeira vez, ela já está há muito tempo esperando o cumprimento de uma profecia. segunda a qual um grande mágico cairá do céu e os libertará da tirania das bruxas más. Então, quando conhece Oz, ela tem muitas expectativas em relação a quem ele é e ao que fará por seu povo. Depois terá que aceitar o fato de que Oz não é exatamente o que ela desejava.

O relacionamento entre Oz e Glinda evolui ao longo do filme?

Sim, ele evolui durante o filme. Glinda sempre vê o melhor nele, mesmo quando não tem todas as evidências para sustentar isso, mesmo quando ele se comporta como um canalha e um homem egoísta. Glinda sempre acha que as pessoas são boas e essa é a atitude que adota com relação a Oz, desde o princípio. Ela é otimista por natureza e, apesar de ter provas do contrário, tem sempre Oz em alta conta. Essa visão é recompensada no fim do filme, quando ele amadurece e se transforma no homem que ela sempre achou que ele fosse. Na realidade, ele era o único que não conseguia ver isso em si mesmo.

michelle-williams-oz-great-powerful-july-17-3Há uma batalha épica no final do filme. Pode nos contar sobre o papel de Glinda nela?

Quando conhecemos Glinda, ela não tem o poder para enfrentar as bruxas; até certo ponto também por causa da profecia que diz que um grande homem salvará o reino. Portanto, quando a batalha começa, Glinda está no centro de tudo. Ela não é uma figura decorativa, ela está na linha de frente, liderando e guiando o povo. Mas, no meio da batalha, ela é capturada e aprisionada. Em um momento muito crucial ela pensa que, talvez, Oz tenha abandonado sua cidade em busca de ouro, por medo, por dinheiro, ou sabe-se lá o quê. Mas, é claro, ele volta.

Sua personagem, assim como Evanora e Theodora, tem poderes mágicos no filme. Quais são seus poderes e para que servem?

Meu poder é sobre a água. Consigo manipular e controlar a água, posso adotar a forma de névoa, chuva, bolhas – isso é o mais impressionante.

Como é a aparência de Glinda no filme? Qual é a roupa que você mais gosta de sua personagem?

Chegar ao visual final levou muito tempo. Foi evoluindo. Foram tantas provas de roupas e de perucas. Por um momento pensamos que Glinda poderia ter cabelos curtos. Mas então, sendo mãe de uma menina pequena, me dei conta de que ela devia realizar a fantasia de toda criança sobre como é uma princesa.

Eu gosto da transformação que acontece. Eu gosto porque quando a conhecemos ela é um pouco reservada e está vestida com uns tecidos muito delicados. À medida que surge o conflito, seu vestuário muda e se adapta a algo um pouco mais parecido com uma armadura, como se fosse uma princesa de fábula, mas armada.

Michelle-Williams-in-Oz-the-greatFale sobre Robert Stromberg, o desenhista de produção, e tudo que ele criou.

Era muito empolgante ir trabalhar graças a esse mundo mágico que ele criou. Não estava tudo na nossa imaginação. Robert e sua equipe construíram sets para que nós trabalhássemos; havia uma Estrada de Tijolos Amarelos de verdade e meu castelo era como o de um conto de fadas, completo. Estava tudo lá, diante dos meus olhos. É menos trabalhoso quando não é preciso imaginar tudo o que há ao seu redor. Creio que Sam e Robert fizeram muito esforço para que os atores se sentissem em casa nesses espaços. E nós pudemos tirar fotos na Estrada de Tijolos Amarelos, para levar para casa.

Como acha que será a reação da plateia quando o filme chegar aos cinemas?

Espero que o público se sinta transportado nesta viagem mágica para outro reino onde tudo é possível; onde o melhor é possível e o melhor em cada ser humano é algo muito valioso. É um filme para ser assistido com toda a família.

Anúncios

2 comentários

  1. […] de entrevistas com diretor e elenco do filme. Leia o que Sam Mendes tem a dizer sobre a produção, James Franco e Michelle Williams e Mila Kunis e Rachel Weisz falando sobre suas personagens, as irmãs Theodora e Evanora.   Não […]

  2. […] de entrevistas com diretor e elenco do filme. Leia o que Sam Saimi tem a dizer sobre a produção, James Franco e Michelle Williams e Mila Kunis e Rachel Weisz falando sobre suas personagens, as irmãs Theodora e […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: