Musical “Fiorello” ganha nova versão em Encores!

DRutigliano-Cast-2.jpg.644x1840_q100

Há alguns meses fizemos um post especial sobre a comemoração do aniversário de 20 anos do projeto Encores! do City Center em NY. Após o gala, os trabalhos do projeto foram voltados para as três espetáculos super especiais: Fiorello!, It’s a bird, It’s a plane… It’s Superman!, e On Your Toes.

6540A temporada desde ano começou na semana passada com Fiorello!, que ficou em cartaz do dia 30 de janeiro ao dia 03 deste mês. A peça havia aberto a temporada de Encores! também em 1994 e é a primeira a ser reprisada dentro do projeto. Segundo o diretor artístico Jack Viertel, pareceu apropriado a escolha desde musical para abrir a temporada de aniversário uma vez que além do seu valor histórico para o City Center e o projeto, a trama foi uma grande favorita tanto do público quanto dos envolvidos na criação. Além disso, foi o prefeito La Guardia que impediu que o City Center (hoje casa de Encores!) fosse demolido e o tornou o primeiro Performing Arts Center em Nova Iorque. Local onde, coincidentemente ou não, Fiorello!  teve o seu primeiro breve revival de dezesseis shows em 1962.

Fiorello! conta a história do início de carreira de Fiorello La Guardia, prefeito de Nova Iorque por três mandatos entre 1934 e 1945. O musical mostra a sua vida com as dificuldades de um filho de imigrantes, trabalhando como advogado da classe popular, se alistando para o exército americano e ganhando seu espaço político pouco a pouco até se tornar um dos principais prefeitos que a cidade já teve. A peça original abriu em novembro de 1959, no Broadhust Theatre. O texto da peça foi escrito por George Abbott e Jerome Weidman e a composição é de Jerry Bock, enquanto quem assina as letras é o queridíssimo Sheldon Harnick, quem marcou o primeiro musical da dupla Bock & Harnick. Suas principais músicas são “Til Tommorrow”, “Politics and Poker”, “When did I fall in Love” e, claro, a showstopper “Little Tin Box”, marcando claramente as mudanças musicais das novas gerações de compositores da Golden Age. O musical marcou a história na Broadway por ser o primeiro a criar um empate no Tony Awards, juntamente com The Sound Of Music, ambos ganhando na categoria Melhor Musical em 1960, quando concorreram também com Gypsy. Além disso, Fiorello! foi o terceiro musical a levar um Pullitzer Price pela categoria de teatro.

1.163402Após a performance de Sábado a tarde, aconteceu um talk back do create team e do elenco sobre o processo de produção de Fiorello! Neste talk back Sheldon Harnick contou que desde o início ele sentia que faltava uma música no segundo ato após a morte de Thea, a primeira esposa de La Guardia, mas que nunca havia achado as palavras certas para expressar a emoção da cena sem que tenha sido de auto-piedade. Por isso, decidiu deixar apenas um reprise de “The Name’s La Guardia” para cobrir o momento. Há 20 anos Sheldon havia assistido uma produção e voltado a pensar na música que faltava. Jerry inicialmente respondeu que não havia a necessidade de escrever mais alguma coisa, “What do you want? We already have a Pulitzer for that show”, foi seu argumento. A discussão durou 10 anos, em que muitas e muitas propostas de músicas foram feitas, mas foi apenas pouco tempo antes de Bock morrer, que Harnick tinha lhe apresentado uma extended lyric para o reprise no meio do monólogo da peça Fiorello, e ele, então, finalmente aceitou.

“And, about 20 years ago, I saw a production, and I thought, ‘We really need a song there,’ and it’s taken all this time to find a song that wasn’t self-pitying. “Shortly before [composer] Jerry Bock died, I came up with an extended lyric for that reprise and a new lyric in the middle of a monologue. I gave it to Jerry, and he said, ‘This I like,’ and it was the last thing he set before he died”. – Sheldon Harnick.

Além disso, Harnick dividiu com o público algumas curiosidades sobre a produção original. Um dos maiores fatos ocorridos no backstage para ele foi ter conhecido sua esposa, quando ela substituiu a personagem Dora na produção original. El contou também que inicialmente o musical recebeu um empurrãozinho de Hal Prince, quando este estava ainda no início de seu caminho para a Broadway. Já a dupla Bock and Harnick compôs o musical porque ganhou uma competição entre outros compositores, fazendo quatro músicas teste que ganharam das outras duplas. Sendo uma dessas músicas a usada na melodia de “Little Tin Box”, que foi feita em nada mais que 24 horas.

fiorello1f-4-webOs compositores precisavam de um show stopper e em uma noite, quando Jerry Bock foi ao cinema, Shelton Harnick escreveu a letra de “Little Tin Box” para a cena em que o partido político comenta sobre um tribunal. Utilizando uma das músicas cortadas da primeira versão, Harnick escreveu as letras para a cena, utilizando a ideia da caixinha que havia aparecido nas suas pesquisas da época. Ao encontrar Jerry na volta do cinema, Shelton diz “Temos o show stopper!”, no que Jerry responde: “Que bom! Como está a minha música?”. O que parecia meio sem sentido foi o que costurou todo o espetáculo. E ainda hoje Shelton afirma: “And it has stopped the show everytime ever since”.

O ator Danny Rutigliano protagonizou esta versão e é tão perfeito para o papel que você esquece que não é de fato o prefeito LaGuardia na sua frente. Kate Baldwin, mesmo estando mais irlandesa do que nunca, encanta o público como a italiana Thea, assim como sua companheira de greve Dora, papel de Jenn Gambatese. Já Emily Skinner não precisa de mais de uma música para deixar a sua marca na produção, enquanto Erin Dilly mostra o mesmo charme que fez a sua fama em Chitty Chitty Bang Bang, como a secretaria Marie. Shuler Hensley também não deixa a desejar como Ben Marino e, junto ao coro, apresenta uma “Little Tin Box” super entertaining.

Sem dúvida Fiorello! tem um dos roteiros teatrais mais interessantes e é um musical muito divertido. Através de um personagem carismático consegue passar para o público exatamente a diversidade cultural da época de que La Guardia. A produção do Encores! não poupou esforços para que pudesse fazer jus a esta peça tão querida pelo público. E agora é só esperar o It’s a Man, It’s a plane, it’s Superman, que inicia sua temporada em março! ;)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: