Crítica: “Meu Namorado é um Zumbi”

Texto escrito originalmente para o site CineSplendor.

Warm-Bodies-j

Não há muito tempo atrás os príncipes da Disney eram o sonho de consumo das garotas adolescentes, mas as coisas mudam e hoje em dia o homem ideal para elas aparece nos cinemas em forma de vampiro, lobisomem e até mesmo zumbi. Se a aparência está bastante diferente, não podemos dizer o mesmo de suas personalidades. Um rapaz carinhoso, educado e que protege a sua dama, esta é a definição tanto de Edward na saga Crepúsculo quanto de “R” em Meu Namorado é um Zumbi, novo filme escrito e dirigido por Jonathan Levine (50%) e baseado no livro de Isaac Marion.

Warm-Bodies-oA trama se passa em um mundo pós-apocalíptico, como grande parte das histórias de fantasia e aventura dos últimos tempos, mas não necessariamente em um futuro muito distante. Nesta realidade, os poucos sobreviventes humanos precisam lutar não apenas contra os zumbis, mas principalmente conta os chamados Esqueléticos. Um estágio avançado da degradação zumbi, os esqueléticos são ainda mais fortes e mais vorazes e não emitem nenhum sinal de humanidade. Enquanto não há nenhuma explicação ou flashback que mostre o porquê da devastação mundial e início da transformação zumbi, é muito clara a cura para o vírus: o amor. Mesmo que grupos e grupos de pessoas tentem encontrar uma fórmula de vacina, é a jovem Julie e o zumbi gatinho R que, ao se conhecerem, iniciam um relacionamento que gera uma grande mudança não apenas nele como também nos zumbis à sua volta.

WARM BODIESO casal inusitado é composto por Nicholas Hoult e Teresa Palmer. Hoult está se tornando um dos figurões de Hollywood e apesar de ter estrelado em Direito de Amar, parece ter gostado bastante do gênero de ação. Após Fúria de Titãs e X-Men: Primeira Classe seus próximos projetos são Jack – O Matador de Gigantes e um reboot de Mad Max. Já Teresa havia provado ser capaz de correr e manusear uma arma ao mesmo tempo quando protagonizou Eu Sou Número Quatro, agora ela mostra mais uma vez fazer um ótimo trabalho como heroína de ação quando necessário. Os dois criam a química necessária para os jovens apaixonados e são os responsáveis por alguns momentos cômicos que aliviam a tensão gerada pela guerra entre humanos e zumbis.

Romances à parte, Meu Namorado é um Zumbi é menos bobo do que parece, mas menos engraçado do que deveria. No trailer do longa é vendida a ideia de um filme que aproveita de seu enredo para realizar um roteiro de comédia, fazendo paródias e brincando consigo mesmo. Porém, falta o feeling e o timing do gênero. Principalmente por parte dos editores, que deixam passar as boas interpretações não apenas de Nicholas Hoult e Teresa Palmer, como também de Rob Corddry, Dave Franco e John Malkovich.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: