Pelo Mundo: Irlanda

Para onde: Dublin

Rota: Porto Alegre-São Paulo-Paris-Dublin

Se prepare: A questão da chegada é bem tranquila. Se turístico, o visto é dado na própria alfândega de lá, se é de estudante, eles dão um visto provisório e dentro de um mês você consegue o visto permanente de até um ano (podendo ser renovado). É sempre bom levar um cartão de crédito, caso eles perguntem como vai pagar a viagem, já ter acomodação e passagem de volta. Mas uma vez lá, se prepare para o frio e para neve no inverno. No inverno a temperatura mais baixa que pegamos foi de -16 graus e no pico do verão máxima de 20 graus e sempre aquele ventinho fresco. É muito aconselhável andar com um guarda-chuva (resistente, por causa do vento) ou algo com capuz, pois quase todo dia chove, nem que seja uma chuvinha passageira. Outra dica importante é ir com as malas bem vazias, lá é tudo muito barato e, no meu caso, por falta de espaço na mala, acabei tendo que deixar muita coisa que levamos do Brasil por lá.

Ponto turístico imperdível: O Temple Bar. É uma região com muitos pubs, um do lado do outro. Tem pra todos os gostos! Uns são mais barzinhos, alguns tem festa e outros música ao vivo. Tem até um pub que foi feito numa igreja, o The Church.

Achado: Uma coisa que não esperava encontrar, pois até então nunca tinha visto, foi o Dublin Bikes. Ótimo sistema de aluguel de bicicletas em que pagamos 10 euros por ano e ganhamos um cartão que permite a retirada de bicicleta e 30 minutos para andar com ela até outra estação. Se quisesse podia passar dos 30 minutos, era só trocar de bike. Outro achado foram as companhias aéreas Low Fare, por exemplo: Ryan Air e Easy Jet. Chegamos a pagar 5 Euros para o trecho Dublin – Edimburgo de avião.

Vale a pena conferir: Phoenix Park, o maior parque urbano da Europa. Você pode alugar uma bicicleta e passear pelo parque, que tem a casa da Presidência e do Embaixador dos EUA, além de veados e esquilos passeando e muito verde.

Momento inesquecível: St. Patrick’s day, foi muito legal a cidade inteira pára. Tem um desfile parecido com o carnaval daqui e todos ficam ao redor para assistir. Todo mundo vestido de verde e enfeitado com temas irlandeses.

 

Meu depoimento:

Eu e meu namorado fomos para Dublin em junho de 2010. A princípio gostaríamos de ter ido para Londres, mas como estava muito complicado para conseguir o visto de estudante para lá mudamos de ideia e fomos para Dublin. Adoramos a escolha e sentimos muita saudade do tempo em que ficamos lá. Voltamos em dezembro de 2011 e alcançamos todos nossos objetivos: aprendemos inglês, apesar do sotaque carregado, e viajamos para diversos lugares (é muito barato viajar por lá). Encontramos muitos brasileiros e como estão todos na mesma situação, um ajuda o outro, então, além de tudo, ainda fizemos muitos amigos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: