Denise Fraga e Claudia Mello em “Chorinho”

Ganhadora do Prêmio APCA de Melhor Autor em 2007, Chorinho volta aos palcos no Teatro Eva Herz, com direção do autor Fauzi Arap e de Marcos Loureiro. As atrizes Denise Fraga e Claudia Mello são as responsáveis por dar vida a uma mendiga e uma dona de casa que embarcam em um diálogo sobre pequenas e grandes coisas da vida, sempre à base de muito humor.

A trama se passa em uma praça, que é visitada todos os dias por uma dona de casa que gosta de cuidar das plantas e onde mora a mendiga, a qual a primeira prefere não se aproximar. Cansada de ser sempre ignorada, um dia a mendiga resolve abordar a senhora e tentar iniciar uma conversa. Esta, porém, logo se afasta, como se o diálogo civilizado fosse impossível com alguém que mora na rua. A mendiga, aliás, se recusa a ser chamada de “moradora de rua”, afinal, ela mora na praça! Incapaz de fugir da conversa ao longo dos dias, aos poucos pequenos detalhes sobre a vida de cada uma vão sendo revelados, perspectivas de vida e passados surpreendentes aproximam as duas mulheres tão diferentes, tão pobres e tão ricas.

As atrizes dão conta do texto cheio de complexidades e reflexões sem soar chato ou edificante, pelo contrário, dão humor a realidade que poderia ser dramática e atingem assim ainda mais o público. Sem grandes cenários e figurinos, com um elenco mínimo e alguns momentos de vazio entre uma cena e outra podem se tornar quase cansativos, mas ao final do espetáculo a emoção do texto tão originalmente cru e sem ressalvas é o que realmente fica com os espectadores.

Uma das maiores reclamações nos últimos tempos dos amantes de teatro (seja os que fazem ou os que assistem) era que antigamente era possível ir ao teatro durante toda a semana e que isso não acontecia mais nos dias de hoje. Pois Chorinho está aí para provar que essa situação mudou. Quem quer e quem gosta já pode, sim, assistir uma peça de qualidade – de texto, interpretação e produção – bem no meio da semana. Isso é razão para se comemorar, e oportunidade que não se pode deixar passar.

 

 

Ficha técnica:

Texto: Fauzi Arap
Elenco: Denise Fraga e Cláudia Mello
Direção: Marcos Loureiro e Fauzi Arap
Iluminação: Marcos Loureiro
Trilha Sonora: Aline Meyer
Figurinos: Cássio Brasil
Visagismo: Simone Batata
Fotos: João Caldas
Direção de Produção: José Maria
Realização: NIA Teatro

 

SERVIÇO:

Onde? Teatro Eva Herz (166 lugares)
Avenida Paulista, 2.073 – Livraria Cultura / Conjunto Nacional
Quando? de 17 de outubro a 12 de dezembro. Terças e Quartas às 21h.
Quanto? R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

Duração: 80 minutos
Classificação Etária: 10 anos
Gênero: Comédia
informações: (11) 3170-4059 e www.teatroevaherz.com.br

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: