Crítica: “O Legado Bourne”

You think that Jason Bourne was the whole story? There’s a lot more going on here.

É com essa premissa e essa promessa que os fãs da trilogia Bourne são apresentados já no trailer de O Legado Bourne, que cumpre muito bem seu papel de instigar o público que já acompanha esse Universo há dez anos e também a quem está conhecendo a trama pela primeira vez.

No início da década passada o jovem Matt Damon mostrou que também sabia ser um herói de ação quando protagonizou A Identidade Bourne, sucesso que teve suas continuações em 2004 e 2007 e se tornou uma das maiores trilogias da indústria cinematográfica. Quando o ator recusou a proposta de prolongar a vida de Jason Bourne nos cinemas, os produtores – relutantes em deixar o projeto de lado – tiveram que buscar um mínimo de originalidade (quando se trata de reboots, origens e continuações) para que a franquia ganhasse um novo filme.

A ideia para a versão 2012 sobre um agente secreto alvo de seu próprio governo, por ser a ponta solta de uma operação mal sucedida, é mostrar que assim como Jason Bourne, outros agentes eram alvo de experimentos e por vezes, para um suposto bem maior, precisam ser sacrificados e possibilitar que o projeto do qual faziam parte seja “esquecido”.

Em frente a essa realidade, a saída é se tornar um fugitivo e como tal o Bourne da vez se apresenta: agente Aaron Cross. Na pele do protagonista agora está Jeremy Renner, ator que teve seu nome visto pelo grande público pela primeira vez em Guerra ao Terror e desde então vem conquistando pouco a pouco seu espaço em Hollywood. Chutes, socos, pulos e explosões já são suas especialidades do ator. Neste ano ele já esteve no aclamado Os Vingadores como Gavião Arqueiro e para o ano que vem ele está novamente na linha de frente da versão “suspense de ação” de João e Maria.

Apesar de ser difícil substituir um personagem já tão íntimo do público, com muito charme e competência física, Renner realmente convence no papel e faz com que Aaron segure firme o pesado bastão do legado, sem despertar grandes estranhamentos por parte do público.

Como todo agente precisa de uma dama ao seu lado, Aaron tem Doutora Marta Shearing para cumprir essa lacuna. Muito mais engajada na história do que a personagem Marie na trilogia, Marta tem função importante na trama e se encaixa muito bem no conjunto. Além de ser interpretada pela fantástica Rachel Weisz.

O novo elenco conta também com Edward Norton, quem sou suspeita para falar, mas está incrível como sempre. Sério que só ele, dessa vez abusa do cabelinho grisalho para interpretar Erik Bryer, coronel comandante do encerramento do projeto o qual Aaron trabalha, também envolvendo Marta.

Mesmo que Jason Bourne não seja o foco da trama dessa vez e não tenha nenhuma participação especial surpresa de Matt Damon, o personagem não fica encoberto ou subentendido, pelo contrário, menções a seu nome são feitas e fotos aparecem correntemente, afinal, ele é a origem de diversos problemas encarados na trama e a sua história inevitavelmente precisa ser mencionada. A negação ou uma tentativa de minimizar sua presença seria não apenas em vão, como sem sentido. Assim, ainda, o espectador consegue mais facilmente entrelaçar as histórias e seus personagens. Vale ressaltar que quem não tenha assistido nem mesmo ao primeiro filme protagonizado por Jason, apesar de ainda ser um bom entretenimento, encontrará mais dificuldade em acompanhar as coisas que acontecem e o por quê de acontecerem.

O filme possui diferentes personagens e ambientes, mas O Legado Bourne mantém a essência de seus anteriores. Características como cenas de ação bem feitas em momentos oportunos, trama inteligente com diálogos rápidos e aquela poker face básica em personagens que não tem como saber se são aliados ou ameaças são cruciais para a manutenção da qualidade da trama e o longa acerta muito bem seus alvos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: