Tony Awards: Comentários dos resultados e do show

Antes de mais nada, peço desculpas pelo curto desaparecimento. Estava viajando e não consegui postar com tanta frequência. Sei que abandonei os amantes de teatro musical na época mais tensa (Award Season), mas retornei a NY e venho cheia de novidades!  But first things, first, o assunto dos Tony Awards, para não perdermos o momento!
 

Resultados completos:

Musical: Once

Play: Clybourne Park

Revival of a Play: Death of a Salesman

Revival of a Musical: The Gershwins’ Porgy and Bess

Performance by an Actor in a Leading Role in a Play:
James Corden, One Man, Two Guvnors

Performance by an Actress in Leading Role in a Play:
Nina Arianda, Venus in Fur

Performance by an Actor in a Leading Role in a Musical:
Steve Kazee, Once

Performance by an Actress in a Leading Role in a Musical:
Audra McDonald, The Gershwins’ Porgy and Bess

Performance by an Actor in a Featured Role in a Play:
Christian Borle, Peter and the Starcatcher

Performance by an Actress in a Featured Role in a Play:
Judith Light, Other Desert Cities

Performance by an Actor in a Featured Role in a Musical:
Michael McGrath, Nice Work If You Can Get It

Performance by an Actress in a Featured Role in a Musical:
Judy Kaye, Nice Work If You Can Get It

Book of a Musical: Enda Walsh, Once

Original Score (Music and/or Lyrics) Written for the Theatre: Newsies

Direction of Play: Mike Nichols, Death of a Salesman

Direction of a Musical: John Tiffany, Once

Choreography: Christopher Gattelli, Newsies

Orchestration: Martin Lowe, Once

Sound Design of a Play: Darron L. West, Peter and the Starcatcher

Sound Design of a Musical: Clive Goodwin, Once

Costume Design of a Play: Paloma Young, Peter and the Starcatcher

Costume Design of a Musical: Gregg Barnes, Follies

Scenic Design Play: Donyale Werle, Peter and the Starcatcher

Scenic Design of a Musical: Bob Crowley, Once

Lighting Design of a Play: Jeff Croiter, Peter and the Starcatcher

Lighting Design of a Musical: Natasha Katz, Once

 

Alguns comentários sobre o show: 

O Neil Patrick Harris é um fofo, né?! Fico impressionada com o carisma! O show não deixou a desejar mesmo que tenha sido a terceira vez que o ator apresenta a premiação. A cena de If Life Was a Musical onde a Patti Lupone era a vizinha foi fantastica! Outra coisa é que essa temporada de teatro realmente foi mais fraca, no sentido de peças originais, e Spiderman já não é tão novidade assim.

E tem uma coisa que eu amo dos Tony Awards: It’s all about the theatre. Sim, alguns hollywoodianos aparecem para fazer as apresentações, mas o foco é na comunidade da Broadway e não tem nada como aquelas piadas internas e comentários que são feitos em especial para este público.

Os resultados não foram surpreendentes. Once foi o musical da vez, e com razão! A produção é simples e maravilhosa. A orquestragem é brilhante, eu fico arrepiada só de ouvir a gravação. E Steve Kazee é super talentoso, merecidíssimo o prêmio de melhor ator.

A premiação de melhor ator em uma peça para James Corden foi uma grande e feliz surpresa. Após eu ter assistido a peça, ele se tornou o meu preferido para o prêmio, mas jamais cogitava que iria ser ele o grande vencedor da noite, e não Philip Seymour Hoffman. Nina Arianda também, como melhor atriz, arrasa no complicadíssimo texto de Venus in Fur, conquistou o prêmio mesmo competindo com grandes nomes.

Quanto aos featured actors, Christian Borle levou o seu super merecido prêmio e eu fiquei muito feliz. No caso dos musicais, Michael McGrath estava ótimo e engraçadíssimo em Nice Work If You Can Get It, mas acho que não se compara com o brilhantismo da performance de Michael Cerveris em Evita.

Judy Kaye, eu sempre vou te amar por Carlotta em Phantom of the Opera e o simples fato de ter citado esse trabalho com o comentário “Chandeliers have been very nice to me”, fez com que eu mudasse meu favoritismo por Jessie Mueller – além de que, ela ainda tem a carreira inteira pela frente. É sempre bom manter estas divas originais como exemplo.

E claro, não podemos falar de Tony Awards 2012 sem comentar da participação de Hugh Jackman. O ator que tanto contribui para a comunidade da Broadway este ano recebeu um prêmio especial, e quem fez a entrega foi a sua esposa.

É ótimo ver que o espetáculo de premiação não tenha mudado sua qualidade desde a mudança do Radio City Musical Hall para o Beacon Theatre. A única coisa que lamento é que não há mais ingressos sendo vendidos para o público geral assistir a premiação como em outros anos, então o que nos resta é assistir pela televisão ao vivo na CBS ou em alguns telões espalhados pela Times Square e do lado de fora do Beacon Theatre.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: