Miscast 2012

Ontem a noite aconteceu um dos meus eventos favoritos aqui em NY, o Broadway Miscast. Para quem não sabe, é um evento de caridade organizado pelo MCC Theatre onde atores/cantores são convidados para participar e tem a oportunidade de interpretar músicas de um papel pelo qual eles não seriam selecionados.

Aproveitando a ocasião, na maioria das vezes, as interpretações ficam hilárias. Keep in mind thought, exige muito talento e trabalho para fazer isso, e o elenco selecionado para participar do evento não é pouca coisa. Grandes nomes já subiram nesse palco, como Norbert Leo Butz, Raul Esparza, Aaron Tveit, Kelli O’Hara, Jane Krakowski e Cheyenne Jackson.

Entre os convidados deste ano, alguns nomes bem conhecidos como Jonathan Groff (Spring Awakening e Glee), Megan Hilty (Wicked, 9 to 5 e atualmente no seriado Smash), Jan Maxwell (last seen in Follies – o curriculo é muito grande pra citar), Nikki M James, Josh Gad e Rory O’Malley (o trio de Book of Mormon), Nicole Parker (Mad TV e Wicked) e Constantine Maroulis (Rock of Ages, Rent e American Idol).

 

Infelizmente ainda não disponibilizaram nenhum vídeo, e as únicas fotos do evento de ontem por enquanto estão no Broadway World, então comentarei um pouco sobre as highlights do show, que teve momentos fantásticos e, assim que tiver algum material disponível, posto aqui para vocês. Porém, há diversos vídeos no youtube de versões passadas que valem a pena conferir!

Nicole Parker foi simplesmente genial! Eu não conhecia o trabalho dela, e virei fã! Ela arrasou no Soliloquy do Carousel. E a versão de “On My Own” (Les Miserables) cantada por ela imitando Ellen Degeneres, Celine Dion, Kim Kardashian, Reba McEntire e Diane Keaton foi engraçadíssima. Não é a toa que a menina é considerada uma das favoritas para o Miscast, participando do evento pela quarta vez.

Image

  

Rory O’Malley e Josh Gad foram colegas de faculdade e aproveitaram a própria história e a presença de uma Glinda e uma Elphaba para cantar “For Good“, de Wicked – com props ótimos! 

Image
Image
 

Jen Maxwell ARRASOU como Jeckyl & Hyde em “Confrontation“! Eu literalmente chorei de rir.

Image
 

Mas quem realmente roubou a cena foi Jonathan Groff, que cantou Funny Girl e fechou o show com Anything Goes.

 

Foi na verdade um Ode a Sutton Foster, que recentemente terminou a sua participação como Reno Sweeney no Revival da peça. O rapaz não só cantou a música tema, como fez toda a coreografia com o staging usado atualmente na Broadway (com um grupo de bailarinos que surgiu do nada), imitando perfeitamente até as expressões faciais da atriz!

Image
Image 

Além disso a apresentação dele foi complementada pela narração dele durante a coreografia que com nomes de passos criados que com certeza ele usou para memorizar a dança, e com comentários excelentes no telão do show em homenagem a Sutton Foster – e obviamente a platéia se identificou, afinal, we all love Sutton! Foi a definição de priceless!

Image
 

5 comentários

  1. […] é um dos maiores eventos teatrais de Nova York. Para saber o que rolou e ver muitas fotos, veja o post […]

  2. […] Miscast este ano teve um gostinho super especial, pois marca um ano que estou como colunista do Funny Girl. […]

  3. […] Miscast este ano teve um gostinho super especial, pois marca um ano que estou como colunista do Funny Girl. […]

  4. […] é um dos maiores eventos teatrais de Nova York. Para saber o que rolou e ver muitas fotos, veja o post […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: