A Great Welcome!

Antes de mais nada, queria aproveitar este primeiro post para agradecer o convite das gurias para escrever neste blog maravilhoso, e também para preparar os seguidores do blog para o que is yet to come: muito teatro, arte e histórias inusitadas que só acontecem em NY.

Mas, enough about me, o great welcome é na verdade ao Sir Andrew Lloyd Webber, que retorna à Broadway com revivals esperadíssimos de dois dos seus maiores sucessos, Evita e Jesus Christ Superstar. Então vou contar um pouco para vocês of what’s going on.

Nessa terça fui conferir a nova versão de Jesus Christ Superstar, que estreia agora no dia 22 de março. Admito que tinha as mais altas expectativas, afinal, é um dos meus musicais favoritos, e posso dizer que saí de lá extremamente satisfeita com a performance.

 
 

O cenário foi extremamente simples e monocromático em comparação às outras produções do musical. O visual era bastante semelhante a um show de rock, com canos e grades, mais os props (objetos de palco) e algumas projeções que foram usadas para “costurar a história” dando a informação de local e data de cada cena – Les Mis, much? - O que teve mais destaque foram as escadas móveis que serviram como partes do Templo e também foram super bem utilizadas nas cenas com o Pontius Pilate.

 

Os figurinos mudaram bastante desde os anos 70, quando todos pareciam hippies. Agora são todos roqueiros de preto, fora os personagens principais que ainda estão caracterizados praticamente da mesma forma desde a primeira produção do show e, nesta, Judas, Maria Madalena e Jesus, se destacam pelas cores azul, dourado e branco. Mesmo com toda a uniformidade, os figurinistas do espetáculo foram geniais em dar um ar moderno a uma história antiga. Uma grande sacada foram os sacerdotes, que através de dreadlocks ficaram bem semelhante aos judeus hassidim.
 

Now about the performance…

Assim como eu, é seguro dizer que pelo menos 80% da platéia conhecia muito bem a obra, pois não fui a única que respirou fundo quando começou a base de guitarra característica do número de abertura “Heaven on Their Minds”, cantado pelo personagem Judas, interpretado por Josh Young (ótimo no papel) que, apesar de ter a voz um pouco pesada para o personagem, conseguiu cantar os conhecidos agudos do personagem.

O ator Paul Nolan, Jesus, merece grande destaque por saber administrar como ninguém a sua voz durante a peça. Obviamente ele teve a ajuda das composições geniais de Andrew Lloyd Webber, que permitem ao personagem ter as falas necessárias sem desgastar o cantor, principalmente quando precisa literalmente soltar a voz nas cenas do templo e em uma das minhas músicas favoritas, “Gethsemane (I Only Want to Say)” – partes extremamente demanding.

Chilina Kennedy foi uma excelente Mary Magdalene, a voz é lindíssima. Mas quem realmente roubou a cena de todos foi Bruce Dow como King Herod, esse conquistou a platéia no momento que pisou no palco.

 
 

É importante saber separar as nossas interpretações, sentimentos e opiniões pessoais sobre os diferentes personagens da história para poder realmente aproveitar o espetáculo. Sim, Jesus Christ Superstar é a história dos últimos dias da vida de Jesus, mas acima de tudo é uma rock-opera e o principal objetivo é entreter uma platéia sem se importar com os taboos, como um show de rock, e foi exatamente isso que foi passado para o público.

 
Crédito das fotos: Broadway.com
About these ads

5 comentários

  1. [...] Achei interessante trazer para vocês essas fotos, uma vez que no post sobre o musical falei muito sobre os figurinos da peça que estão bem originais. Fica aí mais um material [...]

  2. [...] Distinguished Revival of a Musical Carrie Follies Evita Porgy and Bess Jesus Christ Superstar [...]

  3. [...] Distinguished Revival of a Musical Carrie Follies Evita Porgy and Bess Jesus Christ Superstar [...]

  4. [...] Melhor Revival de um Musical Evita Follies Jesus Christ Superstar Porgy and [...]

  5. [...] Achei interessante trazer para vocês essas fotos, uma vez que no post sobre o musical falei muito sobre os figurinos da peça que estão bem originais. Fica aí mais um material [...]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 90 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: